Documentação de TI: qual é a importância e como fazer

Jul 29 / Paulo Oliveira
A documentação de TI é algo inerente ao inventário de qualquer empresa e mesmo em ambientes domésticos ela precisa ser levada em consideração antes de iniciar um projeto novo.

Com a documentação em dia, você garante um ambiente controlado e, acima de tudo, previsível. Isto é, caso haja a necessidade de definir escopos e etapas até a conclusão do projeto, os dados e licenças mostram um cenário mais efetivo para qualquer aplicação.

Indo além disso, você otimiza processos por contar com softwares e serviços atualizados. Isso corrige eventuais falhas, tanto de segurança quanto de produtividade, e permite ao programador um ambiente mais operacional de trabalho.

Contudo, como fazer a documentação de TI? Felizmente, essa tarefa é bastante fácil e nos parágrafos a Escola Linux apresenta tudo o que você precisa saber!      

O que é a documentação de TI?

A gestão de gestão de TI pode ser definida como a gestão e análise técnica de todos os itens que impactam diretamente ou indiretamente nos processos de TI, tendo em mente a resolução de conflitos nos processos.

Na prática, a gestão das documentações de TI torna possível a separação de licenças e contratos de serviços, e a criação de fluxos de trabalho mais precisos. Os fluxogramas de processos funcionam como mapas e por isso explicam como solucionar problemas ou realizar uma etapa específica do projeto.
Para montar uma especificação da área de TI, você considerou determinados fatores, como por exemplo:
- Dados dos servidores: informações sobre o hardware, nomes das máquinas, documentos de instalação, localização atual, consumo de energia, conexão Wi-Fi etc;
- Internet: informações de IP, provedor utilizado, servidores, tipos de banda, qualidade de conexão etc;
- Roteamento: valida a qualidade de conexão através do site survey e mantém os resultados atualizados para evitar a produtividade;
- Ativos da rede: firewalls, roteadores e switches;
- Políticas de processos: elabore e crie políticas internas para cada etapa de um projeto;
- Lista de hardwares e softwares: centralize as licenças e informações sobre os hardwares e softwares que fazem parte do seu inventário de TI;
- Contatos: reúna todos os contatos, tanto de parceiros, clientes e colaboradores.
Dada a atenção ao checklist de documentação de TI listado acima, dificilmente esquecerá de algo!

Importância da gestão de documentações de TI

A gestão de documentações de TI é algo que torna o dia mais produtivo para facilitar a tomada de decisão. Dada em processos empresariais já consolidados, a recomendação de empresas se torna indispensável.

Ao integrar um novo membro ao tempo de TI, o processo de familiaridade com os processos pode gerar atraso.
No entanto, ao ter um ambiente regrado, a aprendizagem torna as informações mais fáceis de serem consultadas.

Com isso em processos, a gestão de ser uma documentação simplificada na área de um recurso para processos principalmente os complexos mais complexos.
No fim, o entendimento é mais fácil independente do nível de maturidade da empresa.

Vale destacar também que, a documentação não precisa ser criada do zero.
Pelo contrário, como ela já existe, basta chegar-la de fácil acesso.

Portanto, seja um gestor de redes com dúvida e seja um gestor de redes bastante importante ou seja, seja um gestor de
projetos importantes ou facilite a realização de projetos de redes importantes!

Autor do artigo

Paulo Henrique Oliveira

CEO da Linux Solutions, Networker e Millionaire Givers na BNI Brasil - Fiduciam RJ
Sobre mim
Mestre e Bacharel em Informática pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Ibmec, com ampla experiência empresarial e liderança. Especialista em Linux e CEO da Linux Solutions, referência em soluções open sources para seu negócio.
Created with