O que é shell script?

Oct 15 / Paulo Oliveira
O uso de shell é algo obrigatório em projetos mais atraentes e um dos projetos mais específicos Comprove entre os usuários das distro Linux.

Ao contrário de outros sistemas operacionais, as principais distro Linux podem trabalhar com diversas linguagens shell, como sh, zsh, csh e tcsh, e as mais famosas, sh e bash. A partir disso, é possível automatizar várias tarefas.

Indo além dos comandos tradicionais, uma linguagem shell permite trabalhar com condições. Desta forma, você une comandos e condições especiais para um melhor resultado, como if-then-else . Inclusive, até mesmo loops como para e repeat ficar à disposição.

Para melhor explicar e tirar todas as dúvidas, a Linux Solutions criou este artigo sobre o script de shell e reunir todas as informações mais relevantes!

O que é um script de shell?

O shell script é uma linguagem de programação de distribuição Linux e serve como uma ferramenta de automação de instruções exclusivas.

Na prática, o shell faz que o texto executado pelo usuário seja realizado em uma sequência do ativo ou root .

Tradicionalmente, como as linguagens funcionam por meio de instalações e configurações em larga escala, e relatórios automáticos de desempenho.

Em relação ao conceito de linguagem de programação, muitas dúvidas se pode ou não considerar uma linguagem. A regra geral é que o shell é sim uma linguagem de programação, porém ela é exclusiva da distribuição Linux.

Em comparação direta com outras linguações, como alternativas com base sem casca deerecem muitas possibilidades, mas o seu ponto negativo fica uma carga da perda de perda de eficiência em agrupados.

Ainda assim, é importante destacar que essa menor velocidade acontece apenas em pontos pontuais, como em aplicativos de maior porte, onde o comando manual acaba por ser uma alternativa mais inteligente.

Por que o script de shell é importante para programadores Linux?

Graças ao shell script , todo programador Linux consegue automatizar tarefas e modo de ganhar mais eficiência em suas atividades.

Por exemplo, em vez de procurar manualmente vírgulas e partes a serem corrigidas em um arquivo, você pode simplesmente rodar uma linguagem shell e encontrar todos os pontos falhos.

Entre todas as principais características das linguagens estão:

  • Utiliza funções nativas UNIX;
  • Uso facilitado para quem conhece programação;
  • Linguagem compreendida por editores de textos;
  • Conta muitas frutas;
  • Facilita a organização e dá mais velocidade na execução de processos;
  • Conta com apoio da comunidade Linux;
  • Erros de sintaxe podem ser corrigidos sem necessidade de compilação;
  • Suporta funções.
  • Conjuntos de infinitas possibilidades, como ler e salvar arquivos, enviar e-mails etc;
  • Pode ser combinado com awk e oferecer ainda mais filtros.


Por fim, vale a pena destacar que distribuições Linux ou sistemas operacionais em UNIX contam com shell de linguagens. Porém, elas não são sh e fogem do padrão aceito. Justamente por isso, dificilmente você consegue fazer uma portabilidade de scripts já criados para outro sistema operacional ou até mesmo que não trabalhe com sh.
Created with