Como escolher uma distribuição Linux?

Sep 6 / Paulo Oliveira
Escolher a distribuição Linux que mais atende a sua empresa é, sem dúvida alguma, uma tarefa que pode levar bastante tempo.

Como há centenas de opções e todas igualmente úteis, você precisa sentar e analisar toda opção até encontrar uma distro que mais atende a necessidade de seu negócio ou do seu dia.

Este artigo mostra tudo o que você precisa para encontrar a distribuição Linux mais específica para diferentes tipos de empresa e pessoas. Portanto, se você quiser fazer uma boa escolha, leia este artigo até o fim!

Como encontrar a melhor distribuição Linux?

A melhor distribuição Linux é aquela que mais se adequa às necessidades do seu negócio, facilitando o dia a dia e agilizando processos internos.

Já no cotidiano doméstico, a melhor distro Linux é aquela que torna a sua máquina ainda mais rápida e garantia o máximo de proteção.

Há muitas variações de distros e justamente isso permite que você encontre o sistema operacional que mais se adequa a sua rotina.

Na prática, o sistema sofreu mudanças e mudanças para atender pessoas como você. Sendo assim, não faça nenhuma desfeita e escolha o mais adequado.

Distribuições Linux mais populares

A melhor distro Linux é aquela que garante mais vantagens para o seu dia a dia, então você conhece-las e compará-las antes da escolha final.

Veja abaixo um pouco mais sobre as distribuições Linux mais populares e descubra para quem cada uma é indicada!

1. Ubuntu

A distro Ubuntu é a mais popular todas as versões do Linux e uma das mais fáceis de serem encontradas em casas e empresas. A sua interface facilita bastante a entrada de novos usuários, embora haja necessidade de utilizar linhas de comando.

Seja em casas ou empresas, esta distribuição Linux conta com excelente estabilidade e agrada bastante onde quer que esteja.

Essa distro pode ser considerada intermediária em nível de conhecimento. Ela auxilia bastante e apresenta diferentes facilidades, porém a necessidade de utilizar linhas de comando pode pesar na hora da escolha.

Público: empresas e novatos na área da tecnologia.

2. Linux Mint Canela

O Linux Mint Cinnamon pode ser o melhor saída para quem pretende trocar de distro, mas não quer fugir muito da interface do Windows 10, que aqui é bastante semelhante.

Ele utiliza repositórios parecidos com os do Ubuntu, porém a busca pela similaridade com o Windows acaba por confundir um pouco.

Em relação às atualizações, essa distro costuma receber uma mudança única pelo ano, tornando todo o sistema operacional bem estável.

Fora isso tudo, o Mint Cinnamon traz aplicativos já instalados, como uma versão mais modesta do “Word”, um navegador, aplicativos de música, entre outros programas.

Público: usuários domésticos.

3. Fedora

A distribuição Linux Fedora trabalha baseado na distribuição Red Hat, sendo perfeito para ambientes corporativos para garantir o máximo de segurança e eficiência.

Ela utiliza uma interface conhecida como GNOME na versão padrão, mas você pode se adaptar a versões alternativas a partir de spins.

Fora isso, o ponto mais interessante é um Fedora ter sua própria base. Ou seja, uma distro conta com gerenciador de pacotes diferentes e tem repositórios próprios.

As atualizações são bem localizadas, mas mesmo assim dificilmente os bugs prejudicam a experiência do usuário.

Público: pequenas, médias e grandes empresas.
Created with